Injeção de Consolidação

obras1Foto 1: vista do fluxo de água entrando no poço
obras2Desenho 1: esquema do fluxo de água
Durante a escavação do poço de desemboque, localizado ao lado do rio Tamanduateí, o avanço da escavação tornou-se impossível devido ao grande fluxo de água com arraste de material (foto nº 1). Por causa da proximidade do rio e da galeria do afluente o subsolo estava muito fofo.
A TBM de Ø=1,8m parou exatamente embaixo da galeria por causa de obstáculos (pedras) a 3,6m do poço de desemboque. No ponto onde TBM parou, não era possível abrir um poço para a retirar as pedras. Sendo assim, optamos pela injeção de impermeabilização do solo com ECORYON e CGC-LW ao redor do poço de desemboque e da frente da TBM para execução de um túnel de encontro.
Somente após a aplicação de injeção de ECORYON, foi possível prosseguir com a escavação do poço e do túnel para a retirada das pedras da frente da TBM, o que permitiu finalizar o desemboque com êxito e também a retirada de todo o equipamento.
obras3Foto 2: vista da injeção de ECORYON
obras4Foto 3: aspecto após as injeções
obras5Desenho 2: esquema do tratamento do solo

Os serviços de injeções de impermeabilização ocorreram em três etapas:

Na 1ª etapa executamos a injeção de CGC-LW por que é um produto mais resistente e preenche melhor os grandes vazios em que ocorria enormes arrastes de solos para dentro do poço. Posteriormente aplicamos a injeção de ECORYON até a profundidade de -7,35m da superfície, porém, devido ao aparecimento de novos fluxos através dos furos das ponteiras instaladas, e também, pela existência de uma camada de areia grossa extremamente permeável a 8,0m de profundidade, precisamos aplicar uma 2ª etapa de injeção de ECORYON.

A 2ª etapa de injeção foi executada a partir de -11,0m da superfície o que permitiu a escavação do poço e do túnel até a frente da TBM.
Em função do avanço da TBM até o poço de desemboque, abriu-se um caminho para novos fluxos ao redor dos tubos de concreto que motivou a 3ª etapa de injeções de ECORYON. Desta forma, a passagem de água foi obstruída o que permitiu concluir os trabalhos previstos. (Foto 4)

obras6
Foto 4, desenho 3: mostram o esquema depois do tratamento do solo